Sinais judaicos nas celebrações eucarística no Caminho Neocatecumenal

19 de dezembro de 2008 às 02:14 | Publicado em Conhecendo o neocatecumenato | Deixe um comentário
Tags: , , ,

Sinais liturgicos do Caminho Neocatecumenal

Nas celebrações eucaristicas do Caminho Neocatecumenal se decora a Mesa Eucaristica ou altar com um candelabro de nove braços similar ao menorah ou chanukkiyah hebraica. Alega-se que colocar simbolos de outras religiões sob altar eucaristico é proibido?

Como já dissemos nas celebrações do Caminho Neocatecumenal, não há símbolos de outras religiões. O candelabro com nove braços, não é nem o menorah hebraico (que tem sete braços), nem o chanukkiyah (que tem oito braços).

Lembremos que o Chanukkiah tem uma forma diferente e simboliza o dia em que Simone Macabeu libertou Israel pagã da tirania do rei Antíoco epifania.

Nas fotos abaixo e veja o menorah, tanto chanukkiyah e também candelabbro de 9 braços.

Chanukkiah

 

Menorá

 

Candelabro de 9 braços do Caminho

 

Como foi dito anteriormente o candelabro de nove braços, que não é a menorah porque há dois braços a mais. Estes dois braços representam a Páscoa de Nosso Senhor Jesus Cristo, cumprimento da promessa messiânica.

Enquanto este represente a fé católica que aguarda a Parusia com o retorno de Jesus. Este candelabro representa a Igreja que anuncia esperando a Parusia.

Essa tem 9 braços e representa a primeira Novena da Igreja em que Maria e os Apostolos no Cenáculo depois  da Ascenção aguardavam o dom do Espirito Santo, terminada a Noveva o décimo dia desceu o Espirito sobre os Apostolos. Se acende sobre o altar antes do início da Liturgia Eucaristica no momento da troca da paz. Além disso, acendendo-o naquele momento representa a tenda do encontro de Jesus Cristo com a humanidade que é o próprio Sacramento da Eucaristia. Eis que eu estou convosco atéi o fim do mundo. Cristo está presente no Pão então a Liturgia Eucaristica é a propria e nova tenda do encontro com o Filho de Deus. No Velho Testamento a menorá simboliza, além disso, o banquete com o Rei Baldassar, filho de Nabucodonosor, durante o qual, apareceu uma mão em frente ao candelabro que escreveu palavras que somente Daniel leu. Esto texto da Sagrada Escritura lendo-a a luz de Cristo representa o banquete escatológico que se aguarda na Vida Eterna enquanto celebrando o Memoriala da Paixão-Morte-Resurreição de Cristo. Com efeito, o Conselho de Trento diz que a Eucaristia é também uma promessa de banquete escatalógico.

Se você pede a um judeu  se aquele candelabro de 9 braços é uma menorá ou chanukkiyah. Ele lhe responderá que não é nenhum dos dois é um terceiro objeto.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com. | O tema Pool.
Entries e comentários feeds.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.